Missão

Cerca de 400 espécies de tubarão e 750 espécies de raias totalizam as mais de mil espécies de elasmobrânquios conhecidas hoje em dia. Estes animais são caracterizados por possuir vidas longas, corpos cartilagíneos, cinco a sete fendas branquiais e não apresentam bexiga-natatória. Os primeiros elasmobrânquios surgiram há mais de 400 milhões de anos atrás, mas os números destes animais estão hoje a diminuir a um ritmo alarmante. Em 2014, a União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) declarou que um quarto dos tubarões e das raias existentes no Mundo se encontram sob ameaça de extinção, com 25 dessas espécies estando já em vias de extinção. O declínio destes animais é bastante preocupante uma vez que desempenham um papel fundamental na manutenção da saúde dos ecossistemas marinhos, com muitos deles sendo predadores no topo das respetivas cadeias alimentares.

As três principais ameaças enfrentadas por tubarões e raias são 1) a sobrepesca, 2) a poluição derivada de atividades humanas e 3) a falta de conhecimento e empatia por parte da sociedade. Para combater estas ameaças e cumprir os objectivos que estiveram na origem da sua fundação, a A.P.E.C.E. tem vindo a desenvolver esforços nas seguintes áreas:

  • Lobbying pela implementação de políticas de pesca sustentáveis
  • Apoio a projectos científicos que promovam a compreensão dos efeitos que a poluição tem em tubarões e raias
  • Implementação de programas e actividades que promovam a educação e sensibilização do público

 

Para saber como ajudar a Associação, clique aqui.

Anúncios