Afinal há mesmo finning em Portugal

Quem trabalha nesta área sabe que se discute, há muitos anos, se existe finning em Portugal, ou não. Ou seja, se são capturados tubarões meramente para remoção das barbatanas (e venda), com rejeição da carcaça (muitas vezes ainda viva) ao mar. Essa questão foi respondida, com provas recolhidas pela GNR, no passado dia 6 de janeiro, como se pode ler no website da GNR. É um dia triste para os tubarões e um dia triste para Portugal que, mais uma vez, se afirma do lado errado da lutra contra a sobre-pesca destes animais que, recordemos, na maioria das espéciestêm taxas de maturação que muito se assemelham às dos mamíferos e, portanto, não podem de forma alguma suportar esta pressão de pesca.

Recordemos este artigo, que apelava à colaboração do público numa petição que visa, junto das autoridades em Bruxelas, tapar buracos na legislação Europeia que ainda permitem estas histórias tristes.

E recordemos também o link para a dita petição, que ainda só tem uns 15% dos votos necessários. Vamos ver ser este episódio triste fomenta mais alguns cliques.

Os tubarões agradecem.


One thought on “Afinal há mesmo finning em Portugal

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s